Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Treina em Casa ®

Programas e treinos que podem ser executados em casa.

Treina em Casa ®

Programas e treinos que podem ser executados em casa.

12 de Junho, 2020

Dica de Sexta # 24

O que é um treino de Full-body?

main-qimg-69ee2c5f33585a27547f671f7d9a4d87.jpg

As opiniões em relação ao treino dividem-se.

Não é fácil definir qual é o melhor tipo de treino para cada pessoa, pois há vários fatores envolvidos nessa definição, tais como: objetivos de cada pessoa, composição corporal, idade, sexo, nível de experiência, entre outros.

Para além desses fatores, ainda existe uma grande variedade de exercícios e de metodologias.

Ao iniciar os treinos é comum querer dividi-los por 2 tipos de grupos musculares, geralmente um “grupo grande” e outro “grupo pequeno”. Seja por crença pessoal, por aconselhamento, ou por inspiração (copiando o plano de outra pessoa), é normal querer fazer-se isso.

Não é algo que esteja completamente errado, é certo. Na realidade, quando o objeto de estudo é o corpo humano, não existem verdades absolutas.

No entanto, há outras opções que podem ser tidas em conta nesta equação: fazer um treino de full-body (corpo inteiro), ou treinos que estejam divididos por grupos de músculos, em que é comum fazerem-se exercícios isolados.

Esta discussão, sobre a divisão do treino por grupos musculares ou treino de corpo inteiro, continua presente no mundo do fitness.

Os defensores de cada lado apresentam argumentos válidos para a sua escolha.

De qualquer forma, convém esclarecer alguns fatores importantes quando chega a hora de decidir a melhor forma de treinar.

Aqui vai poder ficar a saber mais sobre o treino de corpo inteiro (full-body), quais as suas vantagens e desvantagens e quais são as recomendações.

Um treino “full-body” pode ser entendido como um treino em que se treina toda a musculatura do corpo pelo menos uma vez por sessão de treino.

As formas mais comuns de se fazer isto são utilizando, por exemplo, o “Stronglift 5×5”, popularizado por Reg Park, um dos mentores de Arnold Schwarzenegger, ou então utilizando uma metodologia mais recente e cada vez mais popular como a do crossfit, em que se procura a eficácia do movimento, e não tentar trabalhar cada músculo de forma “isolada” (se isso for possível).

Ambas as metodologias são muito eficazes e muito intensas e para a semana continuamos com o tema 😊

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.