Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Treina em Casa ®

Programas e treinos que podem ser executados em casa.

Treina em Casa ®

Programas e treinos que podem ser executados em casa.

13 de Março, 2020

Dicas de Sexta # 11

Como muitos de vocês sabem na  Pagina do facebook do TREINA EM CASA existe um desafio semanal de 30 segundos de um movimento de isometria.

Muitos não sabem o que isso significa, assim hoje  a dica de sexta é essa informação.

Os exercícios isométricos são uma das opções que as pessoas fisicamente ativas estão buscando para conquistar a boa forma e atingir suas metas de acordo com o esperado, mas para isso vale desvendar as dicas para melhor realizar os movimentos e desfrutar apenas dos benefícios oferecidos nestes treinamentos.

O que são exercícios isométricos?

Eles também são conhecidos como treino de força estática, pois envolvem ações musculares em que o comprimento do músculo não varia e não ocorre nenhum movimento visível nas articulações. O termo ‘ação estática’ é preferível a ‘contração estática’, já que para haver contração é necessário a realização de movimentos.

Os exercícios isométricos podem ser utilizados para favorecer o condicionamento de força geral e para a reabilitação, onde o fortalecimento dos músculos é possível, mesmo sem a necessidade de aplicação de tensão indevida sobre a articulação.

Benefícios dos exercícios isométricos

Os exercícios isométricos podem ter sua eficiência ainda aprimorada se forem complementados com ação muscular máxima, ou seja, testando a sua resistência ao segurar uma carga constantemente até o momento de falha. O treinamento de força estática também pode envolver ações musculares máximas e podemos exemplificar isso ao empurrarmos o próprio corpo contra um objeto imóvel, como uma parede ou uma carga pesada. É exatamente por isso que muitos exercícios isométricos são feitos contra superfícies resistentes, como agachamentos ou wall sit, por exemplo.

Esses exercícios podem aumentar a força isométrica e ainda induzir à hipertrofia muscular. Na prática, os exercícios isométricos de força máxima são utilizados para aperfeiçoamento de condicionamento físico e muscular.

Embora os exercícios isométricos possam aumentar a força, eles não são a forma mais adequada de treinamento de resistência para ações dinâmicas, como corridas e saltos. A maioria das modalidades de ação dinâmica com contato direto com a natureza são feitos em máxima velocidade contra pouca ou nenhuma resistência externa, o que se tornaria incoerente, já que os exercícios isométricos não aumentam a velocidade máxima de execução, apenas fortalecem os músculos no ângulo que é formado.

Os exercícios isométricos possibilitam que ocorra o acúmulo de sangue nos seus músculos, já que ocorre a sustentação estática de um peso. O alto nível de intensidade dos treinos ainda pode colaborar para que você fique mais próximo dos benefícios, mas para isso recomenda-se respeitar uma recuperação passiva, dessa forma, não realizando nenhum exercício em paralelo, respeitando o descanso do grupo muscular fadigado, não interferindo no recebimento dos nutrientes importantes para a hipertrofia.

O treino isométrico de alta intensidade pode contribuir significativamente para o aumento de força e resistência não só para levantamento de cargas, mas também para as demais atividades, já que os exercícios isométricos aprimoram o funcionamento de suas articulações para os movimentos tradicionais de quotidiano. Esses exercícios testam e preparam o seu condicionamento, para que dessa forma você conte com mais fibras de resistência, melhorando o seu rendimento de um modo geral.

Para desfrutar amplamente dos benefícios oferecidos pelos exercícios isométricos, recomenda-se atentar para uma maior diversidade de contrações musculares, assim você aprimorará o estímulo sobre determinado músculo, tornando o treino muito mais eficiente.

Para a semana continuamos com o tema :)

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.